fbpx
Saúde e Cuidados

Cinco dicas de como proteger seus pets no frio

Já percebeu que toda vez que a estação muda, o nosso corpo sente tais mudanças? Se nós já sentimos, imagine os bichinhos? Nossos pets são tão sensíveis com as variações de temperatura quanto nós. Com a chegada do inverno é preciso ficar mais atento.

Já percebeu que toda vez que a estação muda, o nosso corpo sente tais mudanças? Se nós já sentimos, imagine os bichinhos? Nossos pets são tão sensíveis com as variações de temperatura quanto nós. Com a chegada do inverno é preciso ficar mais atento. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os pêlos dos animais não os protegem completamente. Por isso, durante essa época do ano, eles devem receber uma atenção maior a fim de evitar problemas.

Os filhotes e idosos são os primeiros a sofrerem com as baixas temperaturas, já que normalmente eles têm a saúde mais frágil. Além deles, algumas raças de cachorros sentem mais frio, como o Chihuahua, Boston Terrier, Pug e Bulldog francês - a pelagem curta e o porte pequeno desses animais justificam isso.

Os sinais de que seu cão está sofrendo com o frio são tremores pelo corpo, patas e orelhas geladas, respiração e movimentos lentos e ficar mais tempo deitado e encolhido. Outro ponto a ser observado é a temperatura do corpo do animal: eles sentem frio no focinho. Respiração e movimentos mais lentos também podem indicar que o seu pet está sentindo frio.

Os bichinhos também podem ter gripe ou resfriado, com sintomas muito similares com o dos humanos, tais como febre, espirro e tosse. Para preveni-los, é preciso sempre manter em dia as vacinas anuais. Além disso, separamos outras dicas para você manter o seu animal o mais aquecido possível:

1 - Cobertores

Deixe sempre à disposição do seu pet cobertores de algodão. Disponha caminhas em lugares estratégicos, longe do frio e dentro de casa. Mesmo se o seu bichinho fica na parte de fora, as casinhas e caminhas devem ser colocadas longe de correntes de ar e em locais que podem ser atingidos pela chuva.

Fique atento se os cobertores estão molhados, pois podem prejudicar muito a saúde do animal. Troque os tecidos com uma certa frequência e procure aumentar a quantidade de ração, o que dará mais suporte para a manutenção do calor do corpo.

2 - Aposte em roupinhas

As roupinhas não só deixam os bichinhos bonitinhos, mas também podem auxiliar na proteção contra o frio. Procure sempre vesti-los à noite, quando as temperaturas caem. É importante se atentar aos tecidos, que podem causar alergia ou problemas na pele deles. Outro ponto importante é que animais com pouco ou nenhum pêlo podem ficar com as vestimentas por um período maior.

3 - Banho e tosa

Durante a estação mais fria é necessário fazer mudanças na rotina do banho e da tosa do animal, já que a água deve ser morna e os animais devem ser secos com secador em uma temperatura adequada, que não agrida a pele do pet. Para os animais com pêlo muito longo se recomenda precisam tomar banhos mais espaçados.

Não há necessidade de não tosar o seu pet, mas pode optar por outras alternativas de corte. Dê preferência por tosa na tesoura, pois conseguirá deixar o pelo um pouco maior, permitindo uma proteção térmica ainda melhor.

4 - Passeios

Os passeios diários são sempre saudáveis, mesmo no inverno. Porém, o ideal é procurar os horários mais quentinhos do dia para passear, assim você também estimula o banho de sol! Nenhuma atividade pode substituir o passeio, mas é possível pensar em outras atividades em dias de chuva, tais como jogos e brinquedos que distraiam o cachorro.

5 - Alimentação

Do inverno ao verão, é essencial se atentar à alimentação do seu pet. Com auxílio de um veterinário, e especialmente frio, é interessante oferecer uma alimentação mais natural. Frutas, legumes e carnes podem ser inseridas no cardápio. Caso opte por ração, o melhor é escolher as marcas super premium, que possuem todos os nutrientes que os peludos precisam.

Seguindo todas essas dicas, você terá um pet mais feliz e aquecido. Caso tenha dúvidas, baixe o aplicativo MeuPet da S2 Pets.

assine nossa news

Cadastre-se e receba dicas e novidades sobre o mundo Pet. :)

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
matérias relacionadas

Ideias Fantasias de Halloween para cachorros

Separamos algumas ideias para você poder fantasiar o seu pet de uma forma divertida e econômica, confira abaixo algumas dicas de fantasias caseiras para você deixar o seu amigo ‘’assustadoramente’’ fofo.

SAIBA MAIS

Nomes diferentes para cachorros

A chegada de um animal de estimação é sempre motivo de alegria, eles são nossos melhores companheiros e dão vida ao lar! Escolher um nome para seu pet de um modo geral pode ser um dilema.

SAIBA MAIS

Dia das crianças: lugares para levar o pet em SP

Piscina exclusiva para cachorros, day care, restaurantes pet friendly, parque de diversões, e muitos lugares diferenciados para levar o seu pet nesse dia das crianças.

SAIBA MAIS

OUTUBRO ROSA PET: câncer de mama em cadelas e gatas

Você sabia que o câncer de mama em cadelas é mais comum do que em mulheres? O conselho federal de medicina veterinária afirma que ‘’em cadelas, a probabilidade do incidente de câncer de mama fica entre 45% e 50%’’ já em gatas, o câncer de mama tem propensão de 20% e 30%. É com base nesses dados, que começamos a campanha outubro rosa Pet.

SAIBA MAIS
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2021 S2 PETS